IV SIPACV - 2021

-_TOPO2

VIRALVIRTUAL: imunizações e contaminações da arte e cultura visual

 

 

Realidade e virtualidade, virulência como expressão.

 

Se na ciência biológica temos o vírus, que não se vê a olho nu, e virtualmente se propaga sem o percebermos, temos na vida em sociedade também o “compartilhamento” de nossas ideias e concepções, incluindo as artísticas.

 

Além disso, eis o “vírus” como um microorganismo intromissor que nos invade e se reproduz nas células nos causando males e que se espalha, como algo terrível e limitante. Pois que, enquanto isto ocorre, e a fim de nos mantermos incólumes, nos isolamos do fator presencial, fazendo com que nossas relações se deem majoritariamente de maneira virtual, nesse período!

 

Desta (e nesta) virtualidade, tecemos contatos à distância, mas mantemos o “espalhamento” viral/virtual de nossas comunicações e criações. Quase como os memes propalados por Richard Dawkins, os quais remetem a um espargimento não material (em paralelo à transmissão genética), no qual ideias e conceitos vão se disseminando e contaminando, enquanto propõem a criação e manutenção de conjuntos de conceitos repetidores aos quais não permitam imunizações.

Mas que talvez não as queiramos, neste nível – apenas ao do vírus biológico pandêmico!

 

O IV Seminário Internacional de Pesquisa em Arte e Cultura Visual é um evento voltado a pesquisadores(as) e estudantes de pós-graduação em arte, cultura visual e artes visuais, interessados(as) na interlocução, cooperação e divulgação de seus projetos e pesquisas.

 

O evento foi realizado pela primeira vez no ano de 2000, com o objetivo de divulgar e fomentar diálogos e discussões sobre a produção docente e discente da Faculdade de Artes Visuais. A partir de 2003, em sua quarta edição, a realização do Seminário ficou a cargo do Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual (PPGACV) <https://culturavisual.fav.ufg.br>, recém implementado na Universidade Federal de Goiás (UFG) <https://www.ufg.br/> que, a partir de então, assumiu a responsabilidade de planejar e dar continuidade ao evento. Em 2008, o Seminário se transformou em um evento nacional e incluiu programas de pós-graduação, pesquisadores, mestrandos e doutorandos do país, expandindo interlocuções e reforçando o debate sobre questões do campo da pesquisa em arte, poéticas e cultura visual. Em 2017, o Seminário passou a ser internacional e foi realizado na cidade de Montevidéu (Uruguai), em parceria com Núcleo de Investigación em Cultura Visual, Educación y Construcción de Identidad (IENBA-UDELAR)  <http://www.enba.edu.uy/>. Na ocasião, estabeleceu-se que a realização do Seminário será alternada anualmente entre as cidades de Montevideo (UDELAR) e Goiânia (UFG). Assim, em 2018, o II SIPACV aconteceu na Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás (veja os anteriores aqui: <https://seminarioculturavisual.fav.ufg.br/p/26984-anteriores>).

 

É assim que intentamos, em mais uma abordagem e numa promoção conjunta do programa de pós-graduação em Arte e Cultura Visual da Universidade Federal de Goiás (PPGACV-UFG) e do Instituto Escuela Nacional de Bellas Artes, Universidad de _a República Uruguay (IENBA-UDELAR), realizar virtualmente devido à pandemia do covid-19 que assola o planeta, o IV SIPACV – SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM ARTE E CULTURA VISUAL, entre os dias 16 a 19 de novembro de 2021.

 

Nele, convidamos proponentes e público em geral a participar e prestigiar as reflexões sobre essa conjuntura através das Narrativas Visuais e mais seis diferentes linhas de debate – Eixo A: Imagem, Cultura e Produção Artística , Eixo B: Poéticas Artísticas e Processos de Criação, Eixo C: Educação, Arte e Cultura Visual, Eixo D: Arte e práticas interpretativas, Eixo E: Arte e políticas de representação, Eixo F: Estudos de Cultura Visual e condições de criação e produção artística contemporâneas.

 

Linhas (Eixos) do Programa de Pós-Graduação de Arte e Cultura Visual da UFG

 

  1. A) Imagem, Cultura e Produção Artística 

Investigação de processos de produção, recepção, circulação e construção de sentido centrados nas imagens e visualidades artísticas ou não artísticas articulados com a cultura e a tecnologia, com ênfase nas abordagens e nos debates teóricos.

 

  1. B) Poéticas Artísticas e Processos de Criação 

Investigação de cunho teórico-prático do fazer artístico e seus processos de criação. Pesquisa de técnicas, materiais e suportes na produção do trabalho artístico. Estudo e experimentação de articulações entre teorias, narrativas e linguagens na produção de poéticas artísticas, com ênfase dos processos de criação.

 

  1. C) Educação, Arte e Cultura Visual 

Investigação de práticas educativas e de processos de mediação em arte e cultura visual. Pesquisas em contextos plurais, enfocando práticas de ensino, pedagogias culturais e interculturais, que estabeleçam relações entre ensinar e aprender, associadas às problemáticas sociais emergentes, com ênfase nas questões pedagógicas.

 

Linhas (Eixos) do Programa de Pós-Graduação IENBA-UDELAR:

 

  1. D) Arte e práticas interpretativas

Podem ser mostradas pesquisas sobre a Teoria da Arte, práticas artísticas locais e regionais dos anos 70, 80 e 90 e sua enunciação estética.

 

  1. E) Arte e política de representação

Pretende-se a apresentação e divulgação de experiências artísticas e de educação artística, particularmente em questões relacionadas com a Memória e os Direitos Humanos.

 

  1. F) Estudos de Cultura Visual e condições de criação e produção artística contemporânea

Buscar-se-á o vínculo desses campos com a educação artística e os processos de construção identitária, especialmente àqueles vinculados aos ambientes urbanos e / ou institucionais.

 

Quiçá, através de tal esforço coletivo possamos contribuir a que esse período não passe incólume nesta conjunção à qual nos deparamos com contaminações e imunizações virais e/ou virtuais, propondo significativas reflexões a novos caminhos perpassados pela arte e a cultura visual!

 

Prof. Dr. Gazy Andraus (PPGACV-FAV-UFG, Bolsista CAPES)

Coordenador do IV Seminário Internacional de Pesquisa em Arte e Cultura Visual